Buscar
  • betovaro

Método Pilates para alunos(as) com Endometriose?


De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE), a doença afeta cerca de 6 milhões de brasileiras, podendo se desenvolver em 10 % a 15% das mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos). Sabia que alunas com Endometriose podem praticar Pilates?

Na endometriose parte do endométrio vai para o caminho errado e, em vez de sair do corpo, segue pela trompa e cai na cavidade abdominal podendo grudar no intestino, nos ovários e na bexigam, provocando dor.

A prática regular de exercícios como o Método Pilates faz com que o corpo liberte endorfinas com efeito vasodilatador e analgésico afastando o stress (que agrava os sintomas de endometriose).

E, ainda, ajuda a reduzir os níveis de estrogênio (hormônio feminino que serve de combustível para o endométrio se desenvolver). Deste modo desacelera o crescimento do tecido “intruso”.

Os exercícios de Pilates ajudam a fortalecer os músculos abdominais e pélvicos transversais mais profundos. Fortalecendo esses músculos, ajuda a diminuir a dor nas costas, alongando os músculos “apertados” tensionados nas costas que estão contribuindo para o aumento da sua dor.

Por ser um método que usa como base a contrologia e seus princípios o Pilates quando feito de forma correta se torna um aliado na melhora dos sintomas da endometriose.

Benefícios do Pilates para alunas com endometriose:

- Alivia as dores musculares principalmente as causadas pelo desconforto pélvico e abdominal;

- Ajuda a relaxar a musculatura da pelve;

- Melhorar a mobilidade pélvica e a percepção corporal;

- Proporciona controle muscular maior;

- Aumento da força e flexibilidade;

- Melhora da postura, coordenação e consciência corporal;

- Melhora do equilíbrio;

- Reduz posturas antálgicas (postura adotada com o intuito de reduzir a dor);

- Melhorar a resposta imunológica da mulher;

Para que as alunas com endometriose tenham melhoras, é importante realizar os exercícios de maneira consciente para que seja eficaz, pois exigem um nível mais profundo de concentração e centralização, obedecendo os princípios do método.

Os exercícios de Pilates trabalham num nível mais profundo nos grupos de músculos da região pélvica, bem como aqueles que suportam e protegem a coluna, como os abdominais transversais.

Deste modo proporcionando melhorias no quadro da dor e nos desconfortos causados pela endometriose.

É importante ter o acompanhamento do seu instrutor de Pilates para que ele auxilie você nos exercícios propostos a fim, de conduzir a sua respiração, o relaxamento da musculatura do assoalho pélvico e o seu devido fortalecimento.

Além, de movimentar a coluna vertebral em todos os planos e trabalhar o seu corpo de forma correta para que o objetivo seja atingido.

#doença #doresepilates #benefíciosdopilates #saúde #pilatesjardins

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Follow

CONTATO

Unid. Paulista/Jardins:                    

Al. Santos, 2223 - Sobreloja     (paralela a Av. Paulista, entre Haddock Lobo e Augusta)                  

jardins@circuitopilates.com.br                            

11 946.100.100 (cel/Whatsapp)                              

11 3062-3096 (fixo)                                                  

Estúdio credenciado no CREFITO nº 5946                                                                      

©2021 BY PILOGA - Clínica Fontana Saúde Perfeita LTDA.