Buscar
  • betovaro

Método Pilates na Prevenção de Doenças Cardiovasculares


As doenças cardiovasculares são as principais causas de morbimortalidade em países desen

volvidos e em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.

Um terço dessas mortes ocorre precocemente em adultos de idade entre 35 e 64 anos.

Diante deste cenário, as pesquisas atuais têm se concentrado em definir as causas desse desencadeamento de doenças crônicas não transmissíveis, como as doenças cardiovasculares.

Os fatores genéticos, metabólicos e estilo de vida, principalmente relacionadas à atividade física e hábitos alimentares, tem sido as causas mais pesquisadas.

Nesse sentido, muitos estudos têm indicado o sedentarismo como um dos principais fatores de risco que podem contribuir para o desencadeamento de distúrbios metabólicos e DCV.

Por outro lado, a literatura demonstra que a prática regular de exercícios físicos é fator relevante na prevenção primária e atua como suporte terapêutico de doenças crônicas.

Além disso, existem fortes evidências de que um estilo de vida ativo pode reduzir a incidência de morte prematura e diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

Conforme o posicionamento oficial da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte, os indivíduos fisicamente ativos e/ou treinados tendem a apresentar menor incidência de doenças crônico-degenerativas, explicável por uma série de benefícios fisiológicos e psicológicos, decorrentes da prática regular da atividade física.

A prática da atividade física tem diversos benefícios, sendo alguns deles:

Aumento da atividade simpática potencializando a ação lipolítica no tecido adiposo – em especial na região abdominal, aumento da sensibilidade à insulina, redução da pressão arterial, auxílio na manutenção da massa magra, quando associada a reeducação alimentar, redução na circulação de lípides na corrente sanguínea

Entre outros

O Método Pilates tem potencial de prevenir fatores de risco cardio metabólicos, já que concilia exercícios posturais e de concentração, com foco na musculatura das costas e abdominal.

o Pilates é eficaz em reduzir o volume adiposo intra-abdominal, o qual é metabolicamente ativo, ocasionando inflamação crônica de baixo grau, elevação do fluxo de ácidos graxos livres e aumento das taxas de LDL-c no plasma sanguíneo.

Todas estas alterações, podem gerar sobrecarga em órgão vitais como: fígado, pâncreas e músculo esquelético.

Um programa de condicionamento físico convencional pode ser composto por exercícios de caráter aeróbico, que enfatizam a ação de grandes grupamentos musculares e são capazes de elevar o consumo de oxigênio acima dos níveis de repouso ou seja, tem o sistema cardiorrespiratório como determinante.

E também pode ser composto por exercícios de caráter resistido, os quais trabalham a contração muscular com o objetivo de oferecer aos músculos capacidade para suportar o esforço contínuo contra uma resistência externa.

Um exemplo de atividade física que envolve exercícios resistidos é o Método Pilates.

Atualmente, o Pilates vem se consolidando como um exercício físico com elevado número de adeptos em diversos países.

Nos Estados Unidos, por exemplo, é uma das principais atividades físicas, com aproximadamente 10,5 milhões de praticantes, não apenas para correção postural, como também para prevenção dos fatores de risco para DCV e doenças metabólicas

Os exercícios de condicionamento físico, estão intimamente relacionados com a manutenção ou obtenção da aptidão física, a qual está intimamente ligada com a preservação das boas condições de saúde, e ela pode ser adquirida também com a prática do Pilates.

Alguns fatores determinam a aptidão física de uma pessoa, como por exemplo: força, composição corporal, resistência cardiorrespiratória e flexibilidade.

Este fator tem variação conforme a idade, gênero e padrão de exercício regular.

Quando pensamos no Método Pilates e em todos os ensinamentos que Joseph Pilates deixou para nós, percebemos que o Método pode modificar de forma eficiente cada uma delas e, com isso, interferir nos níveis de saúde de seus praticantes e melhorar sua qualidade de vida.

Como já citamos anteriormente, o principal fator de risco para DCV é o sedentarismo, cada vez mais pacientes e alunos que procuram nossos estúdios com indicação médica, a fim de praticar uma atividade física e melhorar os parâmetros clínicos e, principalmente, melhorar a qualidade de vida.

O início de uma atividade física regular, normalmente não se apresenta como tarefa muito fácil.

O stress do dia a dia, associados à má alimentação e muitas vezes a um sono não reparador, fazem com que aumente a desistência na realização da atividade.

Borges (2006) e Cooper (1982), relatam que prática de atividades físicas, propiciam alívio do estresse ou tensão, devido a um aumento da taxa de um conjunto de hormônios denominados endorfinas que agem sobre o sistema nervoso.

Sendo assim, a qualidade do sono melhora, a reação emocional com relação às situações de estresse se altera, as dores musculares decorrentes da rotina agitada do dia a dia apresentam alívio, além dos benefícios estéticos, como redução da circunferência abdominal, fortalecimento e tonificação da musculatura global, entre outros.

Exercícios monótonos ou muito extenuantes também são fatores importantes para o abandono das atividades físicas, mais um ponto positivo para o Pilates!

Quando o profissional domina o Método e sabe adequar a atividade ao seu aluno/paciente, a chance de melhora é muito grande e a desistência diminui consideravelmente.

Conclusão

Com tudo isso, podemos concluir que para uma prevenção adequada das doenças cardiovasculares faz-se necessário a estratificação do risco e real controle dos fatores de risco.

Várias diretrizes foram publicadas na tentativa de se prevenir de doenças cardiovasculares e devem ser seguidas. É essencial que haja o controle da pressão arterial e do colesterol de forma agressiva.

O tabagismo também deve ser combatido de forma enérgica, pois como já sabemos, ele está relacionado a diversas patologias.

A prevenção e o tratamento do excesso de peso, da síndrome metabólica e do DM, por intermédio de alimentação adequada e exercício físico, também têm papel extremamente importante.

Vamos mais além, atividade física, alimentação saudável, abstenção ao fumo e combate ao excesso de peso devem ser ensinados na escola como estratégia preventiva de saúde pública.

Acredito que o Método Pilates, como atividade física regular, possa ser reconhecido como forma de reduzir os riscos de diversos problemas, aumentando a capacidade funcional, e consequentemente, melhorando a qualidade de vida.

Pylro, afirma que participar de atividade corporais de forma regular tem sido aconselhado por profissionais da área da saúde, pois tem como benefícios o bem-estar físico, psíquico e social, além de prevenir, controlar e curar doenças cardiovasculares.

O Pilates é um método de condicionamento físico que integra o corpo e a mente, restaura o corpo, elimina as dores musculares, amplia a capacidade de executar movimentos, aumentando o controle, a força, o equilíbrio muscular e a consciência corporal.

#sobrepilates #Pilatesbenefícios #saúde #vidasaudável

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Follow

CONTATO

Unid. Paulista/Jardins:                    

Al. Santos, 2223 - Sobreloja     (paralela a Av. Paulista, entre Haddock Lobo e Augusta)                  

jardins@circuitopilates.com.br                            

11 946.100.100 (cel/Whatsapp)                              

11 3062-3096 (fixo)                                                  

Estúdio credenciado no CREFITO nº 5946                                                                      

©2021 BY PILOGA - Clínica Fontana Saúde Perfeita LTDA.